SEMANA SANTA 2018 FILME LIBERTOS

➙ Assista ao filme Libertos: o preço da vida.

SEMANA SANTA 2018
FILME LIBERTOS

➙ Assista ao filme Libertos: o preço da vida.

SEMANA SANTA 2018 COMEÇA AMANHÃ

O novo filme da Semana Santa de 2018, produzido pela Divisão Sul Americana e Seven Filmes, “Libertos – O Preço da Vida”, é uma ferramenta evangelística criativa e de peso para a era secular que o mundo vive.

Sinopse: A trama se passa na selva amazônica e aborda o tráfico humano, como pano de fundo. Em um mundo onde a humanidade foi esquecida, seres humanos são negociados como mercadorias. Emanuel, um médico voluntário, tem como missão pessoal atender a população ribeirinha e tribos da Amazônia. Mas, se torna vítima de uma quadrilha especializada em tráfico humano. Casimir, o líder do bando é egoísta e manipulador, aterroriza a região, com seus capangas: Jacinto, Marcel e Lourenço.

De 24 a 31 de março uma semana de reflexão na paixão e libertação que Salvador nos dá. O diferencial desse ano será que no dia 24/03, início da semana, haverá uma mensagem especial nas igrejas Adventistas pela manhã, a tarde um mutirão de compaixão em cada ponto de pregação e a noite a estreia do filme com os amigos convidados no ambiente aconchegante de uma casa (Pequeno Grupo).

SEMANA SANTA 2018
COMEÇA AMANHÃ

O novo filme da Semana Santa de 2018, produzido pela Divisão Sul Americana e Seven Filmes, “Libertos – O Preço da Vida”, é uma ferramenta evangelística criativa e de peso para a era secular que o mundo vive.

Sinopse: A trama se passa na selva amazônica e aborda o tráfico humano, como pano de fundo. Em um mundo onde a humanidade foi esquecida, seres humanos são negociados como mercadorias. Emanuel, um médico voluntário, tem como missão pessoal atender a população ribeirinha e tribos da Amazônia. Mas, se torna vítima de uma quadrilha especializada em tráfico humano. Casimir, o líder do bando é egoísta e manipulador, aterroriza a região, com seus capangas: Jacinto, Marcel e Lourenço.

De 24 a 31 de março uma semana de reflexão na paixão e libertação que Salvador nos dá. O diferencial desse ano será que no dia 24/03, início da semana, haverá uma mensagem especial nas igrejas Adventistas pela manhã, a tarde um mutirão de compaixão em cada ponto de pregação e a noite a estreia do filme com os amigos convidados no ambiente aconchegante de uma casa (Pequeno Grupo).

SEMANA SANTA 2018 ESTÁ CHEGANDO

O evangelismo da semana santa é um projeto de proclamação da Palavra de Deus que ocorre na igreja Adventista do 7º Dia, desde 1970 e tem o objetivo de relembrar o ministério, sacrifício, morte e ressurreição do Senhor Jesus Cristo em favor da humanidade.

➙ Neste ano, vamos realizar esta semana especial de 24 a 31 de março.

SEMANA SANTA 2018
ESTÁ CHEGANDO

O evangelismo da semana santa é um projeto de proclamação da Palavra de Deus que ocorre na igreja Adventista do 7º Dia, desde 1970 e tem o objetivo de relembrar o ministério, sacrifício, morte e ressurreição do Senhor Jesus Cristo em favor da humanidade.

➙ Neste ano, vamos realizar esta semana especial de 24 a 31 de março.

10 DIAS DE ORAÇÃO VITÓRIA FINAL

10 DIAS DE ORAÇÃO – PRIMEIRO DEUS NA FAMÍLIA

03/03 – 10º DIA

VITÓRIA FINAL

PASSAPORTE PARA O PALÁCIO DO REI – “Ensinem as crianças que, abrindo elas a mente para pensamentos puros e amoráveis, e praticando ações amáveis e auxiliadoras, estão se vestindo com as belas vestes do caráter de Cristo. Essa vestimenta as tornará belas e amadas aqui, e depois seu título de admissão ao palácio do Rei. A promessa Dele é: “‘Andarão comigo vestidas de branco, pois são dignas’ (Ap 3:4)” (Fundamentos do Lar Cristão, p. 148, 149).

“A vida na Terra é o princípio da vida no Céu; a educação na Terra é a iniciação nos princípios do Céu; e o trabalho aqui é o preparo para o trabalho lá. O que hoje somos no caráter e serviço santo é o prenúncio certo do que seremos” (Educação, p. 307).

RECOMPENSA NO ÚLTIMO GRANDE DIA – “No desempenho do trabalho de vocês por seus filhos, apeguem-se à poderosa força de Deus. Encomendem seus filhos ao Senhor em oração. Trabalhem por eles fervorosa e incansavelmente. Deus ouvirá suas orações e os atrairá a Si. Então, no último grande dia, poderão trazê-los a Deus, dizendo: ‘Eis-me aqui, e os filhos que o Senhor me deu’ (Is 8:18)” (O Lar Adventista, p. 536).

“Na Bíblia, a herança dos salvos é chamada um país. Ali o Pastor celestial leva o Seu rebanho à fonte de águas vivas. A árvore da vida produz seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a saúde das nações. Ali há correntes sempre a fluir, claras como cristal, e ao seu lado árvores tremulantes lançam sua sombra sobre os caminhos preparados para os resgatados do Senhor. Ali as vastas planícies estendem-se até os montes de beleza, e as montanhas de Deus alçam seus altos cumes. Nessas planícies de paz, ao lado das correntes de águas vivas, o povo de Deus, por tanto tempo peregrino e errante, encontrará um lar” (O Lar Adventista, p. 542).

UNIÃO DA FAMÍLIA DA TERRA COM A DO CÉU – “Ali os remidos conhecerão como são conhecidos. O amor e simpatias que o próprio Deus plantou na alma, encontrarão ali o mais verdadeiro e suave exercício. A comunhão pura com os seres santos, a vida social harmoniosa com os bem-aventurados anjos e com os fiéis de todos os tempos, que lavaram suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro, os sagrados laços que reúnem ‘toda a família, tanto no Céu quanto na terra’ (Ef 3:15) – tudo isso concorre para constituir a felicidade dos remidos” (O Grande Conflito, p. 677).

“Serão todos uma família unida e feliz, vestidos com vestes de louvor e gratidão. Sobrepondo-se à cena, as estrelas da manhã cantarão em uníssono, e os filhos de Deus exultarão de alegria, enquanto Deus e Cristo Se unirão proclamando: Não haverá mais pecado nem morte (Ap 21:4)” (Profetas e Reis, p. 732).

“Daquela cena de alegria celestial, chega até nós, na Terra, o eco das maravilhosas palavras do próprio Cristo: ‘Subo para o Meu Pai e o Pai de vocês, para o Meu Deus e o Deus de vocês’ (Jo 20:17). A família no Céu e a família na Terra são uma só. Para nosso bem subiu nosso Senhor, para nosso bem Ele vive. ‘Por isso, também pode salvar totalmente os que por Ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles’ (Hb 7:25)” (O Desejado de Todas as Nações, p. 835).

A PROMESSA É CERTA – “Longo tempo temos esperado pelo retorno de nosso Salvador. Mas nem por isso é menos certa a promessa. Logo estaremos em nosso prometido lar. Ali Jesus nos guiará às correntes de águas vivas que fluem do trono de Deus e nos fará compreender as difíceis provas através das quais Ele nos levou à perfeição de caráter na Terra. Ali contemplaremos com ilimitada visão as belezas do Éden restaurado. Lançando aos pés do Redentor as coroas que Ele terá posto em nossa cabeça e tocando nossas harpas debouro, encheremos todo o Céu com louvor Àquele que está assentado sobre o trono” (O Lar Adventista, p. 544, 545).

“A família cristã deve ser uma escola de preparo em que os filhos se graduarão para entrar na escola superior das mansões de Deus” (O Lar Adventista, p. 547).

“O Céu é uma escola; o campo de seus estudos, o Universo; seu professor, o Ser infinito. Uma filial dessa escola foi estabelecida no Éden; e, ao ser cumprido o plano da redenção, será reassumida a educação na escola edênica” (Educação, p. 301).

“Entre a escola estabelecida no Éden, no princípio, e aquela do futuro, situa-se todo o período da história deste mundo – a história da transgressão e do sofrimento humanos, do sacrifício divino e da vitória sobre a morte e o pecado. […]

“Restabelecidos à Sua presença, de novo os homens serão, como no princípio, ensinados por Deus: ‘O Meu povo saberá o Meu nome, […] naquele dia saberá que Eu sou quem fala: Eis-Me aqui’ (Is 52:6)” (Educação, p. 301, 302).

APELO AO PREPARO PESSOAL – “Insisto em que se preparem para a vinda de Cristo nas nuvens do céu. Dia a dia tirem do coração o amor do mundo. Aprendam, por experiência própria, o que significa ter comunhão com Cristo. Preparem-se para o juízo, para que, ao vir Cristo, para Se fazer admirável em todos os que creem, vocês estejam entre os que O encontrarão em paz. Naquele dia, os remidos brilharão na glória do Pai e do Filho. Tocando suas harpas de ouro, os anjos darão as boas-vindas ao Rei e aos Seus troféus de vitória — os que foram lavados e branqueados no sangue do Cordeiro. Um cântico de triunfo ressoará, enchendo todo o Céu. Cristo venceu. Ele penetra nas cortes celestiais, acompanhado de Seus remidos, testemunhas de que a Sua missão de sofrimento e sacrifício não foi em vão” (O Lar Adventista, p. 550).

MOTIVO DE ORAÇÃO – Ore para que você e sua família permaneçam firmes até a vinda de Jesus.

#PrimeiroDeus – #rpsp Marcos 9 / O Desejado de
Todas as Nações, cap. 14 – #LESAdv

10 DIAS DE ORAÇÃO
VITÓRIA FINAL

10 DIAS DE ORAÇÃO – PRIMEIRO DEUS NA FAMÍLIA

03/03 – 10º DIA

VITÓRIA FINAL

PASSAPORTE PARA O PALÁCIO DO REI – “Ensinem as crianças que, abrindo elas a mente para pensamentos puros e amoráveis, e praticando ações amáveis e auxiliadoras, estão se vestindo com as belas vestes do caráter de Cristo. Essa vestimenta as tornará belas e amadas aqui, e depois seu título de admissão ao palácio do Rei. A promessa Dele é: “‘Andarão comigo vestidas de branco, pois são dignas’ (Ap 3:4)” (Fundamentos do Lar Cristão, p. 148, 149).

“A vida na Terra é o princípio da vida no Céu; a educação na Terra é a iniciação nos princípios do Céu; e o trabalho aqui é o preparo para o trabalho lá. O que hoje somos no caráter e serviço santo é o prenúncio certo do que seremos” (Educação, p. 307).

RECOMPENSA NO ÚLTIMO GRANDE DIA – “No desempenho do trabalho de vocês por seus filhos, apeguem-se à poderosa força de Deus. Encomendem seus filhos ao Senhor em oração. Trabalhem por eles fervorosa e incansavelmente. Deus ouvirá suas orações e os atrairá a Si. Então, no último grande dia, poderão trazê-los a Deus, dizendo: ‘Eis-me aqui, e os filhos que o Senhor me deu’ (Is 8:18)” (O Lar Adventista, p. 536).

“Na Bíblia, a herança dos salvos é chamada um país. Ali o Pastor celestial leva o Seu rebanho à fonte de águas vivas. A árvore da vida produz seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a saúde das nações. Ali há correntes sempre a fluir, claras como cristal, e ao seu lado árvores tremulantes lançam sua sombra sobre os caminhos preparados para os resgatados do Senhor. Ali as vastas planícies estendem-se até os montes de beleza, e as montanhas de Deus alçam seus altos cumes. Nessas planícies de paz, ao lado das correntes de águas vivas, o povo de Deus, por tanto tempo peregrino e errante, encontrará um lar” (O Lar Adventista, p. 542).

UNIÃO DA FAMÍLIA DA TERRA COM A DO CÉU – “Ali os remidos conhecerão como são conhecidos. O amor e simpatias que o próprio Deus plantou na alma, encontrarão ali o mais verdadeiro e suave exercício. A comunhão pura com os seres santos, a vida social harmoniosa com os bem-aventurados anjos e com os fiéis de todos os tempos, que lavaram suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro, os sagrados laços que reúnem ‘toda a família, tanto no Céu quanto na terra’ (Ef 3:15) – tudo isso concorre para constituir a felicidade dos remidos” (O Grande Conflito, p. 677).

“Serão todos uma família unida e feliz, vestidos com vestes de louvor e gratidão. Sobrepondo-se à cena, as estrelas da manhã cantarão em uníssono, e os filhos de Deus exultarão de alegria, enquanto Deus e Cristo Se unirão proclamando: Não haverá mais pecado nem morte (Ap 21:4)” (Profetas e Reis, p. 732).

“Daquela cena de alegria celestial, chega até nós, na Terra, o eco das maravilhosas palavras do próprio Cristo: ‘Subo para o Meu Pai e o Pai de vocês, para o Meu Deus e o Deus de vocês’ (Jo 20:17). A família no Céu e a família na Terra são uma só. Para nosso bem subiu nosso Senhor, para nosso bem Ele vive. ‘Por isso, também pode salvar totalmente os que por Ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles’ (Hb 7:25)” (O Desejado de Todas as Nações, p. 835).

A PROMESSA É CERTA – “Longo tempo temos esperado pelo retorno de nosso Salvador. Mas nem por isso é menos certa a promessa. Logo estaremos em nosso prometido lar. Ali Jesus nos guiará às correntes de águas vivas que fluem do trono de Deus e nos fará compreender as difíceis provas através das quais Ele nos levou à perfeição de caráter na Terra. Ali contemplaremos com ilimitada visão as belezas do Éden restaurado. Lançando aos pés do Redentor as coroas que Ele terá posto em nossa cabeça e tocando nossas harpas debouro, encheremos todo o Céu com louvor Àquele que está assentado sobre o trono” (O Lar Adventista, p. 544, 545).

“A família cristã deve ser uma escola de preparo em que os filhos se graduarão para entrar na escola superior das mansões de Deus” (O Lar Adventista, p. 547).

“O Céu é uma escola; o campo de seus estudos, o Universo; seu professor, o Ser infinito. Uma filial dessa escola foi estabelecida no Éden; e, ao ser cumprido o plano da redenção, será reassumida a educação na escola edênica” (Educação, p. 301).

“Entre a escola estabelecida no Éden, no princípio, e aquela do futuro, situa-se todo o período da história deste mundo – a história da transgressão e do sofrimento humanos, do sacrifício divino e da vitória sobre a morte e o pecado. […]

“Restabelecidos à Sua presença, de novo os homens serão, como no princípio, ensinados por Deus: ‘O Meu povo saberá o Meu nome, […] naquele dia saberá que Eu sou quem fala: Eis-Me aqui’ (Is 52:6)” (Educação, p. 301, 302).

APELO AO PREPARO PESSOAL – “Insisto em que se preparem para a vinda de Cristo nas nuvens do céu. Dia a dia tirem do coração o amor do mundo. Aprendam, por experiência própria, o que significa ter comunhão com Cristo. Preparem-se para o juízo, para que, ao vir Cristo, para Se fazer admirável em todos os que creem, vocês estejam entre os que O encontrarão em paz. Naquele dia, os remidos brilharão na glória do Pai e do Filho. Tocando suas harpas de ouro, os anjos darão as boas-vindas ao Rei e aos Seus troféus de vitória — os que foram lavados e branqueados no sangue do Cordeiro. Um cântico de triunfo ressoará, enchendo todo o Céu. Cristo venceu. Ele penetra nas cortes celestiais, acompanhado de Seus remidos, testemunhas de que a Sua missão de sofrimento e sacrifício não foi em vão” (O Lar Adventista, p. 550).

MOTIVO DE ORAÇÃO – Ore para que você e sua família permaneçam firmes até a vinda de Jesus.

#PrimeiroDeus – #rpsp Marcos 9 / O Desejado de
Todas as Nações, cap. 14 – #LESAdv

10 DIAS DE ORAÇÃO FIDELIDADE DIÁRIA

 

10 DIAS DE ORAÇÃO – PRIMEIRO DEUS NA FAMÍLIA

02/03 – 9º DIA

FIDELIDADE DIÁRIA

RECONHECER A SOBERANIA DE DEUS – “Aquilo que se acha na base da integridade comercial e do verdadeiro êxito é o reconhecimento da propriedade de Deus. O Criador de todas as coisas é o seu proprietário original. Somos Seus mordomos. Tudo que temos foi-nos confiado por Ele, para ser usado de acordo com Sua direção” (O Lar Adventista, p. 367).

A FAMÍLIA DANDO SISTEMATICAMENTE – “‘Cada um de vocês separe uma quantia, conforme a sua prosperidade’ (1Co 16:2). Cada membro da família, do mais idoso ao mais jovem, pode tomar parte nesta obra de beneficência. […] O plano de beneficência sistemática se provará uma salvaguarda a cada família contra as tentações de empregar recursos em coisas desnecessárias, e especialmente se provará uma bênção para os ricos, guardando-os de esbanjarem com extravagâncias. […] “Aprenda que, se quiser possuir paz de mente e o favor de Deus, deve comer, beber e vestir-se para a glória Dele (1Co 10:31)” (O Lar Adventista, p. 368, 369).

PRIMEIRO A VONTADE DE DEUS – “As reivindicações de Deus têm a primazia. Não fazemos Sua vontade quando Lhe consagramos aquilo que resta depois de suprir nossas supostas necessidades. Antes de gastarmos uma só parcela de nossa renda, devemos separar e oferecer a Deus a parte que Ele de nós requer” (O Lar Adventista, p. 369).

O REMÉDIO PARA O EGOÍSMO E A COBIÇA – “Beneficência constante e generosa é o remédio que Deus propõe para os ulcerosos pecados do egoísmo e da avareza. Deus dispôs o plano de doação sistemática para o sustento de Sua causa e para aliviar as necessidades dos pobres e dos sofredores. […] “Deus conhece o perigo que nos rodeia, e nos protegeu com meios para evitar nossa ruína. Ele requer o constante exercício da beneficência, a fim de que a força do hábito em boas obras quebre a força do hábito no sentido contrário” (O Lar Adventista, p. 370, 371).

BOA ADMINISTRAÇÃO – “Muitos, muitíssimos, não se têm educado o bastante para manter suas despesas dentro de sua renda. Não aprendem a ajustar-se a circunstâncias, e tomam e tornam a tomar empréstimos, sobrecarregando-se de dívidas, e consequentemente ficam desanimados” (O Lar Adventista, p. 374). “Todos devem aprender anotar suas despesas. Alguns negligenciam isso como se não fosse essencial; o que é um erro. Todas as despesas devem ser anotadas com exatidão” (Obreiros Evangélicos, p. 460). “Cuide para suas despesas não irem além de sua renda. Contenha seus desejos” (O Lar Adventista, p. 375).

UMA FAMÍLIA CONVIDADA À RENÚNCIA – “Os pais devem aprender a viver dentro de seus recursos. Devem cultivar nos filhos a renúncia, ensinando-os por preceito e exemplo. Devem tornar suas necessidades poucas e simples, a fim de que haja tempo para progresso mental e cultura espiritual” (O Lar Adventista, p. 376).

O CORAÇÃO RENDIDO SERÁ GUIADO – “Não é necessário especificar aqui como a economia pode ser praticada em cada situação. Aqueles cujo coração estiver inteiramente rendido a Deus, e que tomaram Sua Palavra como guia, saberão como conduzir-se em todos os deveres da vida. Aprenderão de Jesus, que é manso e humilde de coração; e ao cultivarem a mansidão de Cristo, fecharão a porta contra inúmeras tentações” (O Lar Adventista, p. 380).

ENSINAR AS CRIANÇAS A DIZIMAR E OFERTAR – “O Senhor não somente requer o dízimo como Seu, mas também nos diz como devemos reservá-lo para Ele. Diz: ‘Honre o Senhor com os seus bens e com as primícias de toda a sua renda’ (Pv 3:9). Isso não nos ensina que devemos gastar conosco mesmo os nossos recursos, e levar o restante ao Senhor, muito embora seja esse um dízimo honesto. Seja a porção do Senhor separada primeiro. As indicações dadas pelo Espírito Santo por intermédio do apóstolo Paulo sobre ofertas apresentam um princípio que se aplica também ao dízimo. ‘No primeiro dia da semana, cada um de vocês separe uma quantia, conforme a sua prosperidade’ (1Co 16:2). Pais e filhos estão aqui incluídos” (O Lar Adventista, p. 389). “Mantenham um pequeno cofre na prateleira ou em algum lugar onde possa ser visto, no qual as crianças possam lançar suas ofertas para o Senhor. […] Assim podem elas ser educadas para Deus” (O Lar Adventista, p. 388).

O MELHOR LEGADO DOS PAIS AOS FILHOS – “O melhor legado que os pais podem deixar aos filhos é o conhecimento do trabalho útil e o exemplo de uma vida caracterizada pela desinteressada beneficência. Por uma vida assim, mostram eles o verdadeiro valor do dinheiro, que só deve ser apreciado pelo bem que pode realizar no suprir as próprias necessidades, e as dos outros, e no promover o avanço da causa de Deus” (O Lar Adventista, p. 390).

O CAMPO MISSIONÁRIO – “O Senhor tem observado todos os aspectos do zelo missionário manifestado por Seu povo em favor dos campos estrangeiros. É Seu propósito que, em todo lar, em toda igreja e em todos os centros da obra, se manifeste um espírito de generosidade no enviar auxílio aos campos estrangeiros, onde os obreiros estão lutando contra grandes desvantagens para comunicar a luz da verdade aos que se acham em trevas” (Conselhos Sobre a Escola Sabatina, p. 136).

“DE TODO HOMEM CUJO CORAÇÃO O MOVER” – “A única maneira que Deus ordenou para fazer avançar Sua causa é abençoar as pessoas com propriedades. Dá a luz do Sol e a chuva; faz a vegetação crescer; dá saúde e habilidade para adquirir recursos. Todas as nossas bênçãos provêm de Suas mãos generosas. Por sua vez, Ele deseja que os homens e mulheres mostrem gratidão devolvendo-Lhe uma parte em dízimos e ofertas – em ofertas de gratidão e ofertas voluntárias” (Conselhos Para a Igreja, p. 279).

BÊNÇÃOS DA ALIANÇA – “Quão grande foi a dádiva de Deus ao homem, e como Lhe deu prazer em fazê-la! Com generosidade que jamais poderá ser excedida, Ele deu, para salvar os rebeldes filhos dos homens e fazer-lhes ver o Seu propósito e discernir o Seu amor. Demonstrarão vocês, pelas suas dádivas e ofertas, que não consideram coisa alguma boa demais para dar Àquele que ‘deu o Seu Filho unigênito’? (Jo 3:16)” (Conselhos Sobre Mordomia, p. 19).

A ÚNICA MANEIRA DE MANIFESTAR GRATIDÃO – “O Senhor não precisa de nossas ofertas. Não podemos enriquecê-Lo com as nossas dádivas. […] No entanto, Deus nos permite demonstrar nossa apreciação de Suas misericórdias pelos esforços generosos para passá-las a outros. É essa a única maneira em que nos é possível manifestar nossa gratidão e amor a Deus” (Conselhos Sobre Mordomia, p. 18).

MOTIVO DE ORAÇÃO –  Ore para que sua família seja fiel em todas as áreas da vida.

#PrimeiroDeus – #rpsp Marcos 8 / O Desejado de Todas as Nações, cap. 14 – #LESAdv

SAIBA MAIS EM

adv.st/10diasoracao

10 DIAS DE ORAÇÃO
FIDELIDADE DIÁRIA

 

10 DIAS DE ORAÇÃO – PRIMEIRO DEUS NA FAMÍLIA

02/03 – 9º DIA

FIDELIDADE DIÁRIA

RECONHECER A SOBERANIA DE DEUS – “Aquilo que se acha na base da integridade comercial e do verdadeiro êxito é o reconhecimento da propriedade de Deus. O Criador de todas as coisas é o seu proprietário original. Somos Seus mordomos. Tudo que temos foi-nos confiado por Ele, para ser usado de acordo com Sua direção” (O Lar Adventista, p. 367).

A FAMÍLIA DANDO SISTEMATICAMENTE – “‘Cada um de vocês separe uma quantia, conforme a sua prosperidade’ (1Co 16:2). Cada membro da família, do mais idoso ao mais jovem, pode tomar parte nesta obra de beneficência. […] O plano de beneficência sistemática se provará uma salvaguarda a cada família contra as tentações de empregar recursos em coisas desnecessárias, e especialmente se provará uma bênção para os ricos, guardando-os de esbanjarem com extravagâncias. […] “Aprenda que, se quiser possuir paz de mente e o favor de Deus, deve comer, beber e vestir-se para a glória Dele (1Co 10:31)” (O Lar Adventista, p. 368, 369).

PRIMEIRO A VONTADE DE DEUS – “As reivindicações de Deus têm a primazia. Não fazemos Sua vontade quando Lhe consagramos aquilo que resta depois de suprir nossas supostas necessidades. Antes de gastarmos uma só parcela de nossa renda, devemos separar e oferecer a Deus a parte que Ele de nós requer” (O Lar Adventista, p. 369).

O REMÉDIO PARA O EGOÍSMO E A COBIÇA – “Beneficência constante e generosa é o remédio que Deus propõe para os ulcerosos pecados do egoísmo e da avareza. Deus dispôs o plano de doação sistemática para o sustento de Sua causa e para aliviar as necessidades dos pobres e dos sofredores. […] “Deus conhece o perigo que nos rodeia, e nos protegeu com meios para evitar nossa ruína. Ele requer o constante exercício da beneficência, a fim de que a força do hábito em boas obras quebre a força do hábito no sentido contrário” (O Lar Adventista, p. 370, 371).

BOA ADMINISTRAÇÃO – “Muitos, muitíssimos, não se têm educado o bastante para manter suas despesas dentro de sua renda. Não aprendem a ajustar-se a circunstâncias, e tomam e tornam a tomar empréstimos, sobrecarregando-se de dívidas, e consequentemente ficam desanimados” (O Lar Adventista, p. 374). “Todos devem aprender anotar suas despesas. Alguns negligenciam isso como se não fosse essencial; o que é um erro. Todas as despesas devem ser anotadas com exatidão” (Obreiros Evangélicos, p. 460). “Cuide para suas despesas não irem além de sua renda. Contenha seus desejos” (O Lar Adventista, p. 375).

UMA FAMÍLIA CONVIDADA À RENÚNCIA – “Os pais devem aprender a viver dentro de seus recursos. Devem cultivar nos filhos a renúncia, ensinando-os por preceito e exemplo. Devem tornar suas necessidades poucas e simples, a fim de que haja tempo para progresso mental e cultura espiritual” (O Lar Adventista, p. 376).

O CORAÇÃO RENDIDO SERÁ GUIADO – “Não é necessário especificar aqui como a economia pode ser praticada em cada situação. Aqueles cujo coração estiver inteiramente rendido a Deus, e que tomaram Sua Palavra como guia, saberão como conduzir-se em todos os deveres da vida. Aprenderão de Jesus, que é manso e humilde de coração; e ao cultivarem a mansidão de Cristo, fecharão a porta contra inúmeras tentações” (O Lar Adventista, p. 380).

ENSINAR AS CRIANÇAS A DIZIMAR E OFERTAR – “O Senhor não somente requer o dízimo como Seu, mas também nos diz como devemos reservá-lo para Ele. Diz: ‘Honre o Senhor com os seus bens e com as primícias de toda a sua renda’ (Pv 3:9). Isso não nos ensina que devemos gastar conosco mesmo os nossos recursos, e levar o restante ao Senhor, muito embora seja esse um dízimo honesto. Seja a porção do Senhor separada primeiro. As indicações dadas pelo Espírito Santo por intermédio do apóstolo Paulo sobre ofertas apresentam um princípio que se aplica também ao dízimo. ‘No primeiro dia da semana, cada um de vocês separe uma quantia, conforme a sua prosperidade’ (1Co 16:2). Pais e filhos estão aqui incluídos” (O Lar Adventista, p. 389). “Mantenham um pequeno cofre na prateleira ou em algum lugar onde possa ser visto, no qual as crianças possam lançar suas ofertas para o Senhor. […] Assim podem elas ser educadas para Deus” (O Lar Adventista, p. 388).

O MELHOR LEGADO DOS PAIS AOS FILHOS – “O melhor legado que os pais podem deixar aos filhos é o conhecimento do trabalho útil e o exemplo de uma vida caracterizada pela desinteressada beneficência. Por uma vida assim, mostram eles o verdadeiro valor do dinheiro, que só deve ser apreciado pelo bem que pode realizar no suprir as próprias necessidades, e as dos outros, e no promover o avanço da causa de Deus” (O Lar Adventista, p. 390).

O CAMPO MISSIONÁRIO – “O Senhor tem observado todos os aspectos do zelo missionário manifestado por Seu povo em favor dos campos estrangeiros. É Seu propósito que, em todo lar, em toda igreja e em todos os centros da obra, se manifeste um espírito de generosidade no enviar auxílio aos campos estrangeiros, onde os obreiros estão lutando contra grandes desvantagens para comunicar a luz da verdade aos que se acham em trevas” (Conselhos Sobre a Escola Sabatina, p. 136).

“DE TODO HOMEM CUJO CORAÇÃO O MOVER” – “A única maneira que Deus ordenou para fazer avançar Sua causa é abençoar as pessoas com propriedades. Dá a luz do Sol e a chuva; faz a vegetação crescer; dá saúde e habilidade para adquirir recursos. Todas as nossas bênçãos provêm de Suas mãos generosas. Por sua vez, Ele deseja que os homens e mulheres mostrem gratidão devolvendo-Lhe uma parte em dízimos e ofertas – em ofertas de gratidão e ofertas voluntárias” (Conselhos Para a Igreja, p. 279).

BÊNÇÃOS DA ALIANÇA – “Quão grande foi a dádiva de Deus ao homem, e como Lhe deu prazer em fazê-la! Com generosidade que jamais poderá ser excedida, Ele deu, para salvar os rebeldes filhos dos homens e fazer-lhes ver o Seu propósito e discernir o Seu amor. Demonstrarão vocês, pelas suas dádivas e ofertas, que não consideram coisa alguma boa demais para dar Àquele que ‘deu o Seu Filho unigênito’? (Jo 3:16)” (Conselhos Sobre Mordomia, p. 19).

A ÚNICA MANEIRA DE MANIFESTAR GRATIDÃO – “O Senhor não precisa de nossas ofertas. Não podemos enriquecê-Lo com as nossas dádivas. […] No entanto, Deus nos permite demonstrar nossa apreciação de Suas misericórdias pelos esforços generosos para passá-las a outros. É essa a única maneira em que nos é possível manifestar nossa gratidão e amor a Deus” (Conselhos Sobre Mordomia, p. 18).

MOTIVO DE ORAÇÃO –  Ore para que sua família seja fiel em todas as áreas da vida.

#PrimeiroDeus – #rpsp Marcos 8 / O Desejado de Todas as Nações, cap. 14 – #LESAdv

SAIBA MAIS EM

adv.st/10diasoracao